SOBRE

       Meu nome é Paola Pilnik [pronomes: ela/ele] e - citando a grande Linn da Quebrada - não sou "nem ator, nem atriz: atroz". Sou uma artista de teatro interessado em jeitos alternativos de viver/morar e criar teatro em um coletivo. No meu trabalho de performance, dramaturgia e direção, minha meta é provocar a plateia através de peças que satirizam a política contemporânea e subvertem a norma. Como interesse secundário, atualmente pesquiso como criar comunidades nômades que são economicamente sustentáveis e que supram as necessidades da minha geração.

       Nasci e cresci em São Paulo, onde o café é forte, assim como as mulheres. Minha mãe era bailarina e minha avó pianista, então eu cresci no palco. Aos nove anos comecei a fazer teatro na Casa do Teatro e descobri minha paixão pela arte. Após me formar no colegial, ingressei no curso técnico do Teatro Escola Célia Helena.

       Em 2012 me mudei para os Estados Unidos para cursar um semestre no National Theater Institute e, em 2017, me formei na graduação da California Institute of the Arts (CalArts) com um Bacharel em interpretação e escrita criativa. Também tive a sorte de trabalhar com membros de companhias que admiro como: Double Edge Theatre, Eve Doe Bruce do Théâtre du Soleil, Anne Bogart e a SITI Company, Complicite, Divadlo Continuo, Song of the Goat, entre outros.

       Ganhei o Prêmio Tim Disney for Excellence in the Storytelling Arts (2017) pela minha peça original People Who Love Move Mountains.

       Em 2018 me mudei para a Europa: primeiro para a República Tcheca, depois para a Alemanha. Em 2020 participei do Political Voice Institute no Teatro Maxim Gorki e recebi a bolsa flausen+ Young Artists in Residency. Com o apoio do Fonds Darstellende Künste, estou desenvolvendo minha performance solo 27 Club, e, no segundo semestre, estarei em residência no Goyki3 na Polônia escrevendo o piloto de uma série de TV de faroeste distópico queer. Você também pode ver minhas performances nos bares e clubes de Berlim sob meu alter-ego Mojo, o Sword Swallower of Switzerland - parte do coletivo de Drag Venus Boys.

       Atualmente moro em Berlim. Veja minhas próximas performances aqui.